Estreada em 2010 em S. Paulo no Itaú Cultural a peça “RUR, o nascimento do robô” juntou em palco 3 atores humanos e 3 atores robóticos. A nova versão embora baseada na peça de 1920 de Karel Capek, que se tornou um clássico da temática não só pela mensagem distópica como por ter sido nela que surgiu a designação “robot”, apresenta uma visão mais favorável das máquinas as quais, sendo consideradas meros escravos pelos humanos, aspiram à liberdade e à felicidade. No final nasce um pequeno robô fruto do amor entre dois dos protagonistas robóticos…

Existe uma montagem de baixa qualidade no Youtube.